Notícias

Restauração Dentária

Qual é a mais indicada para mim?

A restauração dentária é um dos procedimentos mais procurados dentro das nossas clínicas odontológicas. Além de restabelecer as funções mastigatórias do paciente, ela corrige a estética do sorriso, melhorando a autoestima de quem está realizando o tratamento.

A restauração atua fechando os espaços onde as bactérias podem se infiltrar. Portanto, ela previne a deterioração do dente e doenças mais graves, que podem causar perda dentária. Os materiais utilizados para as restaurações variam de necessidade e técnica do dentista, podendo ser ouro, porcelana, uma resina composta e amálgama. Todas gerando um ótimo resultado e custo-benefício para o seu sorriso.

Qual o tipo de restauração dentária é indicado para o meu caso?

O plano de tratamento será personalizado de acordo com a necessidade de cada paciente. Isso envolve questões como o tamanho da restauração, estado do dente e possíveis alergias. Confira:

Restaurações de Ouro: são feitas sob encomenda em um laboratório de prótese e cimentadas no dente a ser restaurado. Pelo material, acabam sendo mais caras, porém têm resistência média de 20 anos.

Restaurações de Amálgama: Devido à sua cor escura, não são utilizadas em áreas muito visíveis.

Resinas compostas (plástico): Combinam com a cor dos seus dentes e, portanto, são utilizadas quando se deseja uma aparência mais natural. Porém, podem manchar com pigmentos como café, chá ou cigarro. Também não apresentam a mesma durabilidade das outras restaurações. Em média, permanecem de três a 10 anos.  

Restaurações de porcelana ou facetas: Podem combinar com a cor do dente e resistir a manchas, cobrem a maior parte do dente e têm custo similar a de ouro. 

Apenas seu dentista poderá determinar se você tem uma cárie que precisa ser tratada. Assim, durante uma avaliação, há o exame de cada dente para prestar o diagnóstico.

Quais são os cuidados necessários com uma restauração?

O tratamento é simples e não invasivo, porém requer alguns cuidados básicos. Portanto, após a restauração, o dentista vai lhe orientar quanto a algumas precauções que precisam ser tomadas nas primeiras horas depois do procedimento.

Dependendo do tipo do material aplicado e de qual dente foi tratado, pode ser necessário permanecer de jejum ou evitar alguns alimentos por algumas horas. Mas, na maioria dos casos, isso não é necessário. Além disso, vale lembrar que é essencial redobrar os cuidados e higiene bucal. Escovar os dentes e passar o fio dental após todas as refeições são hábitos que você com restauração deve inserir no seu dia a dia.

Restos de alimentos entre os dentes, além de propiciar um ambiente favorável à formação de cáries, podem danificar as restaurações existentes.

 

Compartilhe este Post!