Notícias

Bruxismo infantil

Confira as causas e consequências

O bruxismo infantil é um problema que afeta muita gente e isso não exclui as crianças. O hábito de ranger os dentes involuntariamente é também bem comum entre os pequenos e por isso é importante agir para evitar que o problema prejudique o correto desenvolvimento dos mais novos.

Sobre o bruxismo infantil, especialistas afirmam que ranger os dentes é comum até os seis anos de idade, já que a boca está aos poucos crescendo e acomodando os novos dentes. No entanto, o hábito deve ser observado e analisado por um especialista, já que além da consequência para a boca e os dentes, o bruxismo também pode ser um reflexo de problemas emocionais.

Causas do bruxismo

O bruxismo infantil pode ser causado por ansiedade e stress decorrentes de diferentes situações às quais a criança é exposta: como uma rotina muito agitada ou uma mudança de rotina, como a chegada de um irmão, a separação dos pais ou uma mudança de escola, por exemplo.

Além dos motivos emocionais, o bruxismo infantil também pode estar relacionado a diferentes problemas físicos, seja a má oclusão, ou mordida desalinhada, que pode ser provocada pelo uso excessivo de chupeta ou mamadeira, por exemplo, problemas de respiração como asma ou rinite, deficiências nutricionais ou até fatores hereditários.

Como tratar Bruxismo

O bruxismo infantil pode ser tratado da mesma forma que o bruxismo em adultos, com a placa de bruxismo como alternativa para minimizar o atrito entre os dentes superiores e inferiores. No entanto, a placa também pode interferir no desenvolvimento correto dos dentes da criança.

Se o problema estiver relacionado ao alinhamento dos dentes ou à estrutura da bucal, é possível que seja necessário algum tipo de tratamento ortodôntico, como a colocação de aparelho.

Existem também algumas maneiras de tentar prevenir ou ao menos minimizar o bruxismo em crianças. Incentivar a mastigação desde pequenos é uma delas. Do lado emocional, tentar estabelecer uma rotina de atividades que não seja pesada para a criança pode ajudar. Estabelecer um ambiente tranquilo na hora de dormir também pode ser efetivo para diminuir a tensão da criança e evitar o bruxismo.

De qualquer forma, a melhor maneira de saber o tratamento ideal para cada caso é consultar um especialista.

 

Compartilhe este Post!