Notícias

Identificando e tratando a Disfunção da ATM

É necessário recorrer ao dentista para identificar as causas das dores na face, maxilar e até mesmo nos olhos causadas pela D-ATM

Nossa Articulação Temporomandibular (ATM) é uma das mais complexas do corpo humano, responsável por mover a mandíbula para frente, para trás e para os lados. Basta falar ou mastigar para que os músculos, tendões, ligamentos e cartilagens que a constituem entrem em atividade.

Como consequência do uso constante, ela pode sofrer traumas, além de apresentar processos inflamatórios, infecciosos, autoimunes e malformações. Qualquer problema que impeça o funcionamento normal deste complexo sistema pode causar sensibilidade, desconforto, dores, pressão, dificuldade ao mastigar e inchaço.

Em geral, as dores se concentram no rosto, mandíbula ou área das orelhas, cabeça (semelhante à enxaqueca) e ouvido, com pressão atrás dos olhos. Também é comum o som de clique ou deslocamento ao abrir ou fechar a boca e travamento ou deslocamento da mandíbula.

Como pode ser confundida com outras disfunções, seu dentista é o profissional mais indicado para ajudá-lo a fazer um diagnóstico preciso da ATM, com ajuda de um histórico médico e dentário completo, exames clínicos rigorosos e radiografias adequadas. Mesmo sem uma cura definitiva, os sintomas podem ser amenizados com:

  • Medicação;
  • Protetor Bucal Noturno, Placa de Mordida ou ‘Splint’;
  • Técnicas de Relaxamento;
  • Cirurgia.

Em geral, o tratamento compreende aparelhos oclusais e tratamento dentário. A cirurgia somente é reservada aos casos mais graves, quando partes da mandíbula são drasticamente afetadas e os tratamentos não surtem efeito.

Compartilhe esta notícia!